Centro Educacional Infantil Pedacinho de Gente

Diretora: Denize Eiras

Pedagoga: Lia Jordão

 

O Centro de Educação Infantil Pedacinho de Gente foi inaugurado em dezembro de 1994 com o nome de Creche Comunitária Xapinhal. Foi construído pelo Vale Creche e Instituto Pró Cidadania com apoio do Lar Batista Esperança. Localiza-se no bairro Sítio Cercado, a rua Francisco José Lobo, 400 em Curitiba. É mantido pela ABASC em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

Atende atualmente 77 crianças com idade entre 1 a 5 anos.
As profissionais que atuam neste espaço buscam desenvolver os objetivos propostos pelo Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil:

– Periodicidade do Serviço: O CEI atende de segunda a sexta feira, das 7h às 17h.

  • desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;
  • descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;
  • estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;
  • estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;
  • brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;
  • utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.